"A cor dessa cidade sou eu...

... E somos nós."

Quando eu nasço, sou preto
Quando eu cresço, sou preto
Quando eu fico no sol, sou preto
Quando eu tenho medo, sou preto
Quando eu estou doente, sou preto
E quando eu morro, continuo sendo preto
E você, cara branco,
Quando você nasce, você é rosa
Quando você cresce, você é branco
Quando você fica no sol, você é vermelho
Quando você fica no frio, você é azul
Quando você tem medo, você é amarelo
Quando você fica doente, você é verde
Quando você morre, você é cinza
E você ainda vem me chamar "de cor"???




Poema de uma criança africana.
Esse poema foi eleito pela ONU como o melhor poema de 2006.
Escrito por uma criança africana.





Minha primeira postagem não poderia deixar de ser esse poema maravilhoso que encontrei.
Realmente é a voz mais inocente e verdadeira. Só tenho que completar com uma frase:
"Se nosso sangue é vermelho, porque você acha que é melhor que alguém???"




Imagens tirada da net

Um comentário:

STILO BASICO disse...

oi ... sou a 1a. a comentar num blog novinho, novinho ?

Esse poema é muito lindo ,

Greenpeace