Copa 2010 - 1º Jogo do Brasil...



Hoje foi o primeiro jogo do Brasil na copa 2010, nas ruas as pessoas de verde e amarelo, a cada centimetro um vendedor de pequenas cornetinhas barulhentas. Vi uma familia inteira com a camisa da seleção gritando Brasil, Brasil, o pai orgulhoso exibia suas rebentas pela rua. Uma loucura total.
Nessa hora o povo esquece todos os problemas e para tudo para assistir homens pernudos correndo atrás de uma bola, tentando fazer gol para justificar salários altissimos, enquanto o povo, comemora tentando viver com a ninharia que é o nosso salário mínimo, e põe mínimo nisso.

Placar

Brasil 02 x Coreia 01

O primeiro tempo só serviu para encher linguiça, o Brasil estava tão devagar, quase parando. Depois do intervalo o técnico os lembrou que se não fizessem gol, se o Brasil não ganhasse, não poderiam continuar ganhado os tubos de dinheiro. Com um incentivo desses, a seleção resolveu fazer sua obrigação e ganhar. O Brasil virou uma festa só, infelizmente o brilho foi um pouco ofuscado pelo gol da coreia. Tudo bem, depois das lágrimas do jogador no momento do hino nacional (da Coréia, claro), mereciam ter feito pelo menos 1 golzinho.

Aqui no Vale do Anhagabaú, depois do jogo, tivemos a ilustre presença do cantor "Latino" cantando suas pérolas musicais. Olhei e percebi aonde que o nosso dinheiro de impostos estava sendo investido. Um telão belissimo, uma grande bola vermelha era o palco.
Muito bom senhor prefeito.
Porque tirar as crianças que ficam na região mendigando nas ruas?
Porque tapar as ruas esburacadas?
Porque usar para melhorar as praças no centro de São Paulo?
Vamos deixar tudo sujo, cheirando a urina e fezes e poder ter o privilegio de ouvir o senhor Latino com suas bailarinas reformadas cirurgicamente, cantar e alegrar ainda mais o povo brasileiro.
Quem sabe assim eles esquecem por momentos seus problemas e lembram-se na hora do voto em quem votar???

Para achar alguma utilidade neste post, vou colocar aqui o hino nacional, para ver se alguém se interessa:

I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó Liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!


II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro desta flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

 Continuando a utilidade do post, vamos prestigiar nossa querida cantora Vanusa, "cantando" o hino Nacional Brasileiro.
 
 

Um comentário:

Babá Onijobá de Aiyrá disse...

Amor.. esse vídeo da Vanusa é demais mesmo... só vc pra interligar tantos assuntos assim e ainda ser a melhor no que faz.
Te amo
Seu MARIDO

Greenpeace